Novidades do Mercado



2º Encontro Internacional VMC debate o novo consumidor e estratégias para evitar a ruptura

A Anamaco realizou, no dia 05 de abril, dentro da Feicon Batimat 2017, o “2º Encontro Internacional do Varejo de Material de Construção”. Empresários do varejo e da indústria do setor acompanharam entusiasmados os cases de sucesso apresentados por representantes de empresas e instituições das mais renomadas no mercado internacional.

A abertura oficial do evento foi feita pelo presidente do Conselho Deliberativo da Anamaco, Marcos Atchabahian, que agradeceu a presença de todos. “Em nome de todas as Acomacs, Fecomacs e Anamaco, quero agradecer a presença da plateia e dos palestrantes profissionais nacionais e internacionais de altíssimo nível que se propuseram a partilhar seus conhecimentos, com a certeza de que este encontro será muito produtivo”, declarou.

Com tradução simultânea para o Português, o Encontro VMC teve início com a apresentação de Theo Linderman, diretor de Branding e Estratégia de um dos escritórios de loja mais importantes da Europa, que falou sobre inovação no varejo para um futuro estável. Lindemann contou como transformou uma loja comum de material de construção em uma das lojas mais desejadas pelos clientes. “O novo está vindo, junto com o branding”, disse, ao explicar cada um dos conceitos aplicados em seus negócios.

Segundo Theo, é preciso acabar com a ideia de que preço baixo significa produto de baixa qualidade. Só se faz isso proporcionando produto de qualidade com preços mais atrativos e com foco nas mulheres e nos jovens. Ele também apresentou as mudanças significativas obtidas depois que sua loja passou a disponibilizar cursos de “faça você mesmo” para o consumidor final.

Outro ponto importante, de acordo com a apresentação, é acompanhar a mudança de comportamento do consumidor, eliminando a insegurança do cliente na hora da compra. A equipe de atendimento precisa ser bem treinada e a loja precisa ter um layout que favoreça a exposição dos produtos. Além disso, há muitos estabelecimentos investindo em marcas próprias e desenvolvendo um estilo próprio e percepção de qualidade. Quanto mais o cliente reconhece a qualidade dos produtos que adquire, mais ele passa a confiar na marca.

“O estabelecimento precisa propor simplicidade, qualidade e confiança”, ensinou Linderman.

Novo consumidor e foco nas mulheres

Em seguida, foi a vez de  Eugenio Foganholo, diretor da Mixxer e co-realizador do Encontro VMC, fazer sua palestra. Ele trouxe novos conceitos à este segmento e, a partir de pesquisas feitas em diversas lojas de materiais de construção ao redor do mundo, constatou que é necessário trazer facilidade, rapidez e lazer ao cliente. “É preciso, principalmente, educar o consumidor por meio da inserção de instruções nos produtos e clareza nas gôndolas das lojas, provocando-o à comparar produtos e proporcionando, assim, mais consciência e conhecimento sobre o ramo”, afirmou.

Após Foganholo, Gauthier Lenglart, diretor geral da Zôdio Brasil, apresentou a empresa, que faz parte do Grupo ADEO, o terceiro maior varejista de material de construção do mundo. Marcas famosas, como a Leroy Merlin, fazem parte deste enorme grupo, que têm como definição o tema: ‘’Lugar de casa é lugar de vida’’. 

Gauthier também afirmou que, ainda em 2017, o grupo deve lançar sua maior loja no Brasil, que ficará na Marginal Tietê, em São Paulo. “Será um home center com a junção das marcas Zôdio e Abramax, que disponibilizará desde os tijolos, até produtos para um aniversário infantil’’, disse.

Mesmo sabendo de todas as adversidades que os brasileiros estão passando, por conta dos problemas na economia, Gathier disse que está esperançoso e otimista com relação ao futuro do setor: ‘’Acreditamos muito no mercado brasileiro e queremos ajudá-lo nesta recuperação.’’ 

A Obramax é o nome derivado de Bricoman, que promete uma revolução no mercado, ao trazer o conceito de ‘’atacarejo’’ para o Brasil. “Acredito que será possível desenvolver uma experiência mais fácil, amigável, ágil e simples na hora da compra e, assim, ser um parceiro confiável do cliente”, diz.

O diretor geral da Zôdio Brasil também defendeu um foco maior nas mulheres, disponibilizando dentro das lojas do setor departamentos de lazer, com aulas de culinária e de decoração, abertas também para crianças, estimulando, assim, o empreendedorismo das clientes. 

‘’Estamos muito animados e felizes e estamos planejando inaugurar uma unidade Zôdio na Espanha no ano que vem”, disse, ressaltando que o público só entenderá o conceito de suas unidades ao visitar a loja.

Entendendo o cliente e o comerciante

Dando continuidade ao evento, foi a vez de Andrea Consonni, gerente italiano global de desenvolvimento do Grupo PDV, assumir o palco. A partir de diversas pesquisas e visitas realizadas a estabelecimentos no mundo todo, Andrea constatou que é necessário compreender não apenas o cliente, mas também o comerciante.

Consonni trouxe a forma Akznobel de gerenciamento de categorias, provocando algumas reflexões ao público, ao questionar alguns itens que os afetam na hora da compra em uma loja de material de construção.  A partir de uma visão de estratégia, ele explicou a importância de se aproveitar as oportunidades de forma positiva, verificando os segmentos que estão dando certo e consertando o que não está funcionando, extraindo assim, o máximo de retorno. 

Ele também explicou que o Grupo PDV está disponibilizando um curso chamado ‘’Programa de Desenvolvimento de Excelência da Categoria’’, que chegará em breve no Brasil e ressaltou que a experiência do cliente na loja é o fator crucial para ele voltar ou não e, por isso, é necessário apostar no treinamento incisivo dos vendedores.

Gestão de estoque e ruptura

A 2ª edição do “Encontro Internacional do Varejo de Material de Construção” se encerrou com a apresentação de Fernando Varela, vice-presidente de Supply Chain da Raia Drogasil, que dissertou sobre o tema “Gestão de Estoque e Ruptura”.

Segundo Varela, o principal desafio de seu mercado é o “stock out”, que traz a clássica atitude do consumidor: se a drogaria não possuir um dos três remédios desejados pelo cliente, ele sai da loja sem levar os dois que o estabelecimento tinha, acarretando um grande prejuízo para seu comércio. O vice-presidente também surpreendeu a plateia ao dizer que, a cada dia útil, uma nova loja da rede é construída no Brasil. 

Varela também afirmou que a rede tem uma preocupação muito grande com seu aplicativo, garantindo a reserva de produtos para retirar na loja física mais perto do cliente e com um estoque de produtos atualizados todos os dias à meia noite, em todas as lojas do Brasil.

O 2º Encontro VMC foi encerrado com um painel de debates com a participação de todos os palestrantes. O evento contou com o patrocínio de:

Fonte: Anamaco



Av. Tancredo Neves, 1632, Edf. Salvador Trade Center, Sala 2215, Torre Norte, Caminho das Árvores - Salvador-BA CEP 41820-020
Telefones: (71) 3113-2480 | 3113-2481 | (71) 98117-6672 (WhatsApp) | (71) 98108-6697
E-mail: contato@acomac-ba.com.br ACOMAC - BAHIA © 2019. Todos os direitos reservados.